Inbound Marketing: Vender mais, por mais tempo.

inbound marketing

Inbound Marketing é um termo que desperta cada vez mais interesse no mercado atual. Segundo o Google na última semana a pesquisa por termos relacionados aumentou 69% no mundo, e 12% só no Brasil. (out/2017)

 

Já conversamos sobre a jornada do Marketing Tradicional para o Marketing Digital, e o quanto é importante estabelecer as bases para uma boa estratégia de Inbound Marketing. Com isso bem estabelecido podemos partir para as etapas propriamente ditas: atrair, converter, relacionar, vender e analisar.

Inbound Marketing: Atrair

O processo de compra mudou e está se tornando mais social do que nunca. Os consumidores prestam mais atenção ao seu currículo social ao tomar decisões, buscam conselhos e avaliações de outros clientes.

 

Seja para comprar um carro, um smartphone, um computador, escolher um restaurante, as vezes até escolher um filme ou série para assistir na Netflix. Buscar no Google, no Youtube ou nas redes sociais por informações, experiências e opiniões sobre um produto ou serviço já faz parte do nosso cotidiano. A opinião nas mídias sociais são cada vez mais determinantes. Confiamos mais nas nossas redes de amigos do que na publicidade.

 

O processo de atração entra na equação quando criamos um conteúdo que seja relevante e chame a atenção de quem realmente esteja interessado naquilo que você tem a oferecer. Esse conteúdo precisa te transformar na resposta que o Google oferece ao usuário. É preciso atrair visitantes para seu site.

 

Existem muitas ferramentas para isso. Postagens regulares, criativas e relevantes. Lembre-se de manter o foco, não é um concurso de popularidade. Seu Blog e redes sociais devem trazer o tipo de informação pela qual você gostaria de ser lembrado. Crie e-books, grave vídeos, webinars para uma abordagem com mais profundidade. Links patrocinados também são uma ótima ferramenta. E não importa qual, ou quais, ferramentas você vai utilizar, uma estratégia de SEO qualificada é essencial. 

Inbound Marketing: Converter e Relacionar.

Depois de atrair o visitante é preciso convertê-lo em um lead, ou seja, um potencial cliente. Essa conversão acontece quando o visitante informa seus dados de contato, por exemplo.

 

Mas o que fazer com essas informações é o que vai transformar esse lead num consumidor. Para isso é importante saber como se relacionar com sua base de leads. E como em qualquer relacionamento saudável, é essencial conhecer o momento e as necessidades do seu parceiro.

 

Vivemos num mundo conectado, e essa conexão traz tanto oportunidades quanto desafios.

 

A conectividade traz proteção e confiança. Na mente dos consumidores, seu círculo de amigos e familiares fornece uma blindagem contra marcas e empresas ruins.

 

Mais informações e conectividade, porém é cada vez mais difícil se manter concentrado. (quantas abas estão abertas agora no seu navegador?) Isso limita a capacidade de decisão, o que leva a uma crescente tendência de ir com a massa. Um estudo revelou que a média de atenção humana em 2012 era de 12 segundos. Em 2013 este número caiu para 8 segundos. A média de um peixinho dourado é de 9 segundos.

 

O desafio aqui é duplo. Chamar a atenção, se destacando num meio que tem um volume maciço e esmagador de informações. Fazer valer cada instante desta atenção para criar uma boa relação com seu lead.

 

Cada interação com sua base de lead tem como objetivo gerar oportunidades para a sua equipe de vendas, que receberá contatos muito mais propensos a fechar negócio.

Inbound Marketing: Vendas e Analise

Este é o objetivo, vender mais! Se todas as etapas anteriores forem feitas corretamente o processo de venda será natural, uma mera consequência de uma estratégia bem feita e bem executada.

 

O processo de venda se torna muito mais eficaz desta forma, não há mais a necessidade de convencimento por parte do vendedor.

 

A etapa de venda é o objetivo, mas a jornada do Inbound Marketing não acaba nela. É importante analisar todo o processo após a venda, mas a bem da verdade esta é uma etapa que acompanha todas as anteriores.

 

Uma das grandes vantagens do marketing digital é que as métricas e resultados são transparentes. É possível ver o processo como um todo, desde a origem daquele contato (rede social, busca, link patrocinado), quais páginas ele percorreu, o que ele fez dentro de cada página, quais os interesses de cada visitante e muito (muito!) mais. Com essa transparência, agilidade e assertividade é mais do que correto dizer que o Inbound Marketing é um investimento, e não um custo. Você saberá exatamente onde investiu, como investiu e qual o retorno. E qual investimento você conhece que, em pouco mais de 7 meses, tem um retorno de 3.000% (30 vezes) sobre o valor investido. Bem estes são os números de um de nossos cases em andamento.

 

Inbound Marketing: Vender mais, por mais tempo.
5 (100%) 2 votes
« VOLTAR

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *